GLAUCOMA

O QUE É?

Glaucoma é uma doença neurodegenerativa das fibras nervosas do nervo óptico. A pressão intraocular elevada é um fator de risco significativo para o desenvolvimento da doença, mas é possível uma pessoa desenvolver dano no nervo mesmo com pressão intraocular normal ou não desenvolver mesmo com pressão intraocular elevada durante anos sem apresentar lesões. O glaucoma é uma doença ocular capaz de causar cegueira se não for tratada a tempo por se tratar de uma doença assintomática, 80% dos pacientes não tem sintoma na fase inicial da doença. É uma doença crônica que não tem cura, mas, na maioria dos casos pode ser controlada com tratamento adequado e contínuo. Quanto mais precoce for o diagnóstico, maiores serão as chances de se evitar a perda da visão.

 

 

QUAIS AS CAUSAS?

Por ser uma doença multifatorial, existem várias causas envolvidas. Mas o principal tipo, o glaucoma primário de ângulo aberto, é de causa idiopática. O mecanismo da doença está envolvido com o desequilíbrio da produção e/ou da drenagem do líquido de dentro do olho chamado humor aquoso.

 

QUAIS OS SINTOMAS?

As alterações na visão como perda de campo visual periférico acontecem quando há dano na camada de fibras nervosas da retina, mas para isso acontecer deve haver acometimento de 40-50% dessa estrutura, por isso no início é uma doença assintomática. Os sintomas são percebidos pelos pacientes apenas quando a doença já está no estágio moderado a avançado.

 

 

COMO PREVENIR E TRATAR?

A melhor forma de prevenção é a avaliação periódica com seu oftalmologista, já que o glaucoma afeta todos as idades, sexos e raças, mas é mais comum em negros, parentes de portadores da doença, idosos, portadores de alta miopia, usuários crônicos de colírios com corticoides e diabéticos.

Durante a consulta, seu médico avaliará a medida da pressão intraocular e o exame de fundoscopia (fundo de olho). Se houver alguma suspeita da doença, ele solicitará outros exames para melhor investigação, podendo fazer o diagnóstico precoce, antes que haja danos na visão.

Não há cura para o glaucoma, mas há várias opções de tratamento. O tratamento ideal é aquele que melhor proporcione controle da doença, ou seja, ausência de progressão. Glaucomas leves são geralmente trados com colírios, laser ou cirurgias minimamente invasivas. Glaucomas de difícil controle ou em estágios avançados podem precisar de cirurgias como a trabeculectomia ou implante de tubo de drenagem.

©  Direitos Reservados da BOA VISTA OFTALMOLOGIA. / RT: Dr Guilherme Alves. Crm 23701/DF

Qn 320 Conjunto 11, lote, 1/6 - Samambaia Sul,  Brasília - DF

Tel: (061) 3532-1478

  • Branca Ícone Instagram
  • White Facebook Icon